quinta-feira, 27 de maio de 2010

Estilo colonial: saudade e sentido prático


Estilo colonial tem as suas raizes em séculos XVIII e XIX nas colónias britânicas de todo o mundo (especialmente na Birmânia, na India, na Tailândia, no Laos, na Indonésia em Ásia e em países africanos como a Quénia). É um estilo ecléctico que junta a tradição britânica e desenho europeu com materiais exóticos e ornamentação local.

Os móveis coloniais são funcionais e duráveis. Em geral tem proporções clássicas, sem adornos desnecessários, criados em madeiras exóticas: mogno, palissandro, teca. Em geral, os materiais preferidos deste estilo são naturais.




As cores predominantes dos móveis são escuras (castanho e preto), assim como a cor do chão. As paredes podem ser em cores quentes e fortes (cor-de-laranja, vermelho).

Os acessórios aplicados num interior colonial reflectiam as condições climáticas nas quais estavam usados, por exemplo aplicava-se os mosquiteiros e tecidos orientais encima da cama, os acessórios reflectiam também a tradição local: almofadas, quadros, esculturas, molduras, castiçais e caixas eram em design da zona.

O estilo surgiu da saudade dos colonizadores da sua terra e do sentido práctico de aplicar o que estava disponível e ao seu alcance. Hoje, ao contrário, o estilo colonial nos faz sonhar com os paises distantes.


Sem comentários:

Enviar um comentário