sexta-feira, 12 de março de 2010

Espaço e cores

A vida sem cor seria triste. Além de as cores enfeitarem os espaços de acordo com as tendências actuais, também influenciam o nosso humor e expressam a nossa personalidade, o que significa que são um meio de comunicação importante.

Apetece-lhe deixar-se levar pela imaginação e dar cor ao espaço que lhe rodeia? Neste artigo damos umas dicas de como se pode alterar a maneira como vemos o interior e como influenciar a nossa disposição aplicando cores certas.
Vamos a isso!
 
Como pintar o quarto?

Azul torna o espaço maior e causa a impressão de que o quarto é mais largo.
O vermelho torna o quarto menor e mais curto.


As paredes laterais em cores claras fazem o quarto parecer mais amplo. O chão e o tecto escuros diminuiem a altura do tecto, a perede traseira escura torna o quarto mais curto.
O tecto claro aumenta a altura do quarto, as paredes laterais em cor escura tornam o espaço mais estreito.



O chão e as paredes laterais claras tornam o quarto mais largo, o tecto escuro encurta o quarto e estreita-o.
O quarto que tem paredes com padrões grandes parece menor e o quarto com padrões pequenos parece maior.

As riscas verticais tornam o quarto mais alto.
As riscas horizontais tornam o quarto mais baixo mas também mais amplo.


Se a cor branca do tecto aparece também na faixa superior da parede, o tecto parece mais baixo.


Significado das cores







Branco
Simboliza luz, tranquilidade, harmonia, fé, ideais, bom, pureza, inocência, modéstia, verdade e sabedoria









Vermelho
Cor de amor, coragem, energia, fogo, paixão e emoções








Roxo
Cor mística e mágica: meditação, força, sucesso e arte.








Azul
A cor do céu, harmonia, luz interior, paz, mas também da melancolia








Cor-de-laranja
Optimismo e alegria, cor-de-laranja cria ambiente estimulante, transmite segurança e calor






Verde

A cor verde tranquiliza, permite recuperar as forças. Simboliza tolerância, vida e Primavera.


Como juntar as cores?

Para não se aborrecer com a rotina monocromática, valoriza os elementos escolhidos com a textura diferente, ou use duas tonalidades da mesma cor nas paredes, uma mais clara e outra escura. Os acessórios e complementos em cores diferentes reforçarão o carácter harmonioso do interior. Este tipo de decoração é aconselhável especialmente nos escritórios e quartos de dormir.

Para quebrar a monotonia das paredes, podemos aplicar tonalidades baseadas na mesma cor dominante, por exemplo vermelho com roxo e violeta. Podemos também aplicar um conjunto da cor primária e a cor secundária (por exemplo amarelo e verde).
Jogo de contrastes

Conjuntos de cores contrastantes são perfeitos nos ambientes modernos, em salas e espaços onde não passamos demasiado tempo. O conjunto de cores contrastantes pode irritar mas se é um conjunto bem aplicado cria um ambiente excepcional. Para causar o efeito de contraste juntamos as cores complementares (imagem seguinte) ou branco com cores fortes (branco - preto, branco - vermelho, etc.)

quinta-feira, 4 de março de 2010

Comentários dos nossos clientes


Qual quadro comprou na nossa loja?
Onde o colocou?

Convidamos os nossos clientes para partilharem connosco as ideias para a decoração das suas casas e deixarem os comentários sobre os quadros que compraram na nossa galeria. É o espaço para os vossos comentários!

Se está contente com o nosso quadro, escreva sobre isso.
Use o formulário dos comentários disponível abaixo do artigo.

quarta-feira, 3 de março de 2010

Estilos de decoração de interiores e quadros: ART DÉCO

Iniciamos um ciclo de artigos nos quais pretendemos apresentar os estilos mais populares na decoração de interiores que até hoje influenciam os designers de todo o mundo, podem ser inspiração tanto para aqueles que gostam dos estilos clássicos e puros como para as pessoas que gostam do eclectismo estilístico. Se calhar encontram aqui o seu estilo ou, pelo menos, umas ideias para introduzir um elemento novo em casa.

Para cada um dos estilos do design de inteiores vamos propor a decoração de parede, um quadro que fique bem no determinado estilo.



ART DÉCO

O estilo foi criado nos princípios do século passado, nos anos 20 e 30. Nos espaços Art Déco geometria e funcionalidade tornaram-se mais importantes que requinte e opulência, os elementos decorativos aparecem só como complementos que sublinham a elegância do disenho. O interior torna-se um conjunto das formas geométricas: o mobiliário de formas puras, linhas simples e aerodinâmicas. Cuida-se dos pormenores, todos os detalhes são cuidadosamente elaborados e feitos em materiais finos, como madeiras exóticas, bronze, madrepérola, prata, marfim e peles de animais. São os objetos artesanais refinados, obras de arte elegantes que determinam o carácter do espaço.

Estilo Art Déco é perfeito para os individualistas que gostam do design puro e clássico e no mesmo momento, querem criar um ambiente moderno. É um estilo associado ao ambiente do elegância e luxo: com os complementos escolhidos com cuidado e caros.